Rua Bacaetava, 191, 13º andar, Sala 1.309 - São Paulo - SP 11 93246-2484

Que estratégia sua empresa adota para entrar em novos mercados

Gostou? compartilhe!

Confira na íntegra nossas notícias:

Que estratégia sua empresa adota para entrar em novos mercados

Que estratégia sua empresa adota para entrar em novos mercados e promover a expansão

 

A decisão de expandir as operações num outro país, no geral se dá pela intenção de aumentar o volume de negócios, ampliar a participação de mercado, obter vantagens competitivas e aumentar a rentabilidade dentre outros objetivos estratégicos. No entanto, esse passo possui um alto grau de complexidade e muitas questões precisam ser analisadas para que tal iniciativa obtenha o êxito desejado.

 

Quando uma empresa alcança a estabilidade no mercado nacional e começa a ver boas oportunidades no mercado internacional, é sinal de que é hora de pensar mais alto.

 

Dentre as várias análises a serem desenvolvidas, as cruciais passam por:

  • Solidez dos indicadores macroeconômicos no país, tamanho do mercado e nível de atratividade no médio e longo prazos;

 

  • Relevância do mercado e elementos fundamentais positivos para considerá-lo prioritário dentro do portfólio;

 

  • Modelo de negócios no qual a empresa possa obter diferencial alavancando as suas competências;

 

  • Características da legislação vigente, exigências regulatórias, barreiras de entrada e correspondentes implicações;

 

  • Cenário da oferta, concorrência de mercado, dinâmica competitiva e tendências de comportamento;

 

  • Atual demanda de produtos e serviços, bem como, as oportunidades de crescimento do mercado;

 

  • Alvos de aquisição, capacitações existentes e a serem desenvolvidas. 

 

Porque pensar em Internacionalização?

 

Dentre os motivos que levam uma empresa a iniciar o processo de internacionalização estão:

 

  • Oportunidade de mercado: a internacionalização de empresas acontece quando são vislumbradas oportunidades de novos negócios no exterior. Isso pode ocorrer, por exemplo, quando a organização percebe que existe demanda pelos seus produtos em mercados estrangeiros, quando tendências favorecem seus produtos no exterior, ou quando se percebe a ausência de concorrência no mercado de outros países.

 

  • Diversificação do risco: outro motivo para internacionalizar o negócio é a vontade de diversificar o risco da empresa. Sabe aquela história de que não se deve colocar todos os ovos em uma mesma cesta? Ao optar pela internacionalização, ao mesmo tempo que as empresas se tornam mais imunes às mudanças nas tendências de consumo para cada um dos mercados em que atuam, também são menos afetadas por fatores externos que interferem no comportamento do consumidor e na compra de seus produtos (como recessões, turbulências políticas, mudanças nas taxas de juros, mudanças nas taxas cambiais, desastres naturais, ataques terroristas, clima etc.).

 

  • Economia de escala: quanto mais ampla for a atuação da empresa, mais descontos ela pode obter comprando em escala, além de poder conseguir melhores condições de crédito de fornecedores.

 

  • Sazonalidadea internacionalização é uma opção para empresas cujos produtos estão muito presos à sazonalidade do mercado interno. Imagine um produto que tenha maior saída no verão. Ao expandir fronteiras, a organização pode ter um ano inteiro de pico de vendas.

 

  • Concorrência: existe aquela lei da física que fala de ação e reação. Em muitos casos, empresas se veem empurradas para o processo de internacionalização porque é o que seus concorrentes estão fazendo. Tem ainda aquele ditado que diz que o melhor ataque é a defesa. Internacionalizar-se pode ser uma resposta a um concorrente que iniciou suas operações no mercado interno. Em outras palavras, uma empresa entra no mercado doméstico de um concorrente em retaliação por uma entrada anterior em seu próprio mercado interno.

 

Como saber se a Internacionalização é para minha empresa?

 

Se em tempos de crises CEOs e CFOs procuram por alternativas para mitigar as consequências negativas - e uma das alternativas que avaliam é operar em outros países -, é necessário, em primeiro lugar, entender se a estratégia cabe ao seu negócio.

 

Por isso, a análise deve vir de dentro: quais as fraquezas e os pontos fortes do seu negócio? Antes de mais nada, é preciso ter consciência e pleno entendimento sobre três itens:

 

  • O que funciona para a empresa?

 

  • O que não funciona?

 

  • O que sua empresa faz que a destaca no mercado interno?

 

Em seguida, e talvez seja o item mais importante, é fundamental verificar a viabilidade financeira para tal estratégia. As questões aqui envolvem:

 

  • Até que ponto podemos investir para expandir internacionalmente?

 

  • Qual o ROI esperado com a internacionalização da produção ou da empresa?

 

  • Faremos isto com Capital Próprio ou Capital de Terceiros?

 

  • Como montar um Estudo de Viabilidade Econômica antes de realizar a internacionalização?

 

Ao envolver a área de planejamento e controladoria é possível verificar se a internacionalização é mesmo o melhor caminho para a organização tomar no momento, quais serão as melhores fontes de financiamento e os custos envolvidos (aqui entram inclusive análises de indicadores e de investimentos operacionais).

 

A UPWARDS pode ajudar sua organização a progredir em sua jornada e desenvolver um plano de investimento, baseado em dados e projeções. Nossa empresa conta com profissionais com ampla experiência no mercado e possui metodologias certificadas para a realização das atividades. Para obter mais informações, envie um e-mail no endereço  contato@upwa.com.br.



Gostou? compartilhe!

Whatsapp Upwards Whatsapp Upwards